...Pensantimentos XVIII...

segunda-feira, 4 de julho de 2011
---
No exato momento
seus olhos meus.
Fogem.
Ao seu desviar
seguro a linha do lápis.
Preto.
Somente minhas
suas órbitas.
Encabulados eu percebo.
---
JJr.

~§~
Pousa em mim
encanta-me.
Brilho nos olhos.
Mariposa disfarçada,
minha fada.
~§~
JJr.

~
Sereias
embalam a dança
Vestes espuma branca.
No ventre o mar
gestos a soprar
ondulam cintura.
~
JJr.

§
Tambor trovão.
Flauta raio clarão.
Chuva e vento mãos.
A minha definição.
§
JJr.

2 comentários:

  1. Alê disse...:

    'deixarei que morra em mim, esse desejo de amar teus olhos tão doces'

  1. "Seus olhos meus". Lindo. Beijinhos e uma boa noite.