...PasseAndando Por Ai LXXIX...

quinta-feira, 7 de novembro de 2013
"Teu coração é protegido por uma cápsula
Digno de ser conquistado
Não se vende a qualquer um
Não se compra no mercado
Se faz de rogado a todos os poetas
Se ele não erra, também não acerta
E é a chance de acerto que te mostrarei
Quando teus olhos olharem meus lábios
E eu oferecer chocolate quente e um abraço apertado para combater a frieza
Toda couraça de aço se derreterá com o fogo pleno
Para o qual todos usam um nome tão pequeno
Mas, que de tão pequeno é raro
Um amor pretende ser cultivado
Teu coração parece ser um solo fértil
Seria um desperdício um coração como o teu ser para sempre estéril
Amemo-nos como arte
Façamos história
Construiremos um livro de novas memórias
Psicologicamente musicado
Num ritmo lento, leve, que a brevidade da vida a faça querida
Querida flor cultivada em nosso laço
Que teus medos fiquem de lado, tomando um chá de cadeira gelado
Aconchegue-se em meu abraço
Permita-me, bela dama, enfeitiçar-te
Porque tu jogaste em mim teu feitiço primeiro
E não é exagero quando o digo...
Que nossos olhos sejam um para o outro um poço profundo
Que nos levem a outro mundo, diferente das mazelas do plano terreno
Que sejam lagos onde mergulhemos sem temor de nos afogar
Que sejam extraterrenos, que sejam cabana, que sejam lar.


3 comentários:

  1. Gizelle disse...:

    rsrs,na verdade é de Marcello Moisés, do blog Sentido Inverso.
    http://sentidoinverso89.blogspot.com.br/
    Aprecie tbm ;)

    Abraço e obrigada pela publicação.

  1. Primeiro de tudo, obrigado querida Gizelle, que referenciou meu texto e que foi a musa inspiradora dele.

    Em segundo lugar, valeu Jason pela postura, pela referência a meu nome, respeito e consideração por mim, enquanto autor.
    Estou lisonjeado por ter meu texto compartilhado em outros espaços.

    Abraço!