...PasseAndando Por Ai LXXXVI...

quarta-feira, 7 de maio de 2014
"Subitamente é advérbio de modo... E de medo. Quando alguém "deve", finge ou disfarça, olha para os lados ou para trás subitamente. Quando se surpreende, arregala os olhos subitamente. Quando se assusta, arregala os olhos e o coração palpita mais forte subitamente. De todo modo, subitamente também é advérbio de felicidade. Quando alguém recebe notícia boa ou ganha presente, abre um baita sorriso subitamente. Que as coisas boas também sejam súbitas. Prêmio da loteria e prêmio pro coração: ligação de gente distante, pazes com gente querida, convite de gente que a gente ama, cheiro de comida boa que invade o nariz, sem ele saber de onde vem, abraço que conforta, reencontros, sms e visitas surpresa, sem aviso prévio, com palpitações e olhos arregalados. Para ver melhor, para quase morrer do coração e ficar muito, muito feliz... Com o perfume do "oi, prazer em conhecer", com o sabor do "amor à primeira vista", com o calor do corpo que encaixa, com a vibração de fazer o primeiro gol do time, sensações que não se repetem, únicas. Coração e estômago sentem e sinalizam...Subitamente."